madeixa.com.br

Pré-shampoo: descubra para que serve e como usar o produto!

O mercado de produtos de beleza está sempre inovando e trazendo novas opções para quem gosta de cuidar dos cabelos. E não são apenas novas marcas, mas também novas mercadorias, com funções específicas e que prometem auxiliar ainda mais no cuidado das madeixas.

Shampoos, condicionadores, máscaras de hidratação, nutrição e reparação, tônicos capilares… Essas são algumas opções para o cuidado do dia a dia dos fios – e já causam bastante confusão e dúvidas em quem gosta de estar com o cabelo bem tratado.

E nos últimos anos, um produto que, literalmente, vem fazendo a cabeça de quem gosta de cuidar das madeixas e entrando de vez para a lista de produtos indispensáveis é o pré-shampoo. O produto começou a fazer muito sucesso entre as famosas nos Estados Unidos e ganhou, de vez, o coração das brasileiras.

Isso porque esse produto promete deixar os cabelos desembaraçados, mais maleáveis no momento da finalização, evitando assim a quebra dos fios. Mas qual seria a função dele? E será que ele pode ser usado por todo mundo? Todos os dias? Preparamos esse texto para responder essas e outras dúvidas sobre esse produto muito comentado nos últimos anos.

O que é? E para que serve?

 

pré-shampoo é um produto que foi criado para ser utilizado antes da lavagem habitual dos fios. Ele possui agentes nutritivos que preparam o cabelo para receber o shampoo. Com isso, os cabelos ficam desembaraçados, protegidos – principalmente daquele efeito de ressecamento que o shampoo pode causar – e preparados para uma melhor ação do shampoo e do condicionador, ajudando a eliminar os resíduos que possam impedir uma higienização completa dos fios.

Pré-shampoo x Shampoo: não são a mesma coisa?

 

Essa é uma dúvida que passa pela cabeça de muitas pessoas. Afinal de contas, é tudo a mesma coisa? Os dois não possuem a mesma função? A resposta é não. Apesar do nome parecido, os dois produtos possuem uma enorme diferença.

O pré-shampoo é um produto altamente rico em substâncias hidratantes e emolientes. Essas substâncias, por sua vez, penetram no fio, agindo na cutícula e melhorando a qualidade das madeixas. Isso auxilia no tratamento da temida quebra do fio.

Entretanto, apesar de ser nutritivo, ele não proporciona uma boa limpeza, servindo apenas como uma preparação para a lavagem com o shampoo. Portanto, nada de substituir um pelo outro na hora da higienização dos cabelos.

Pré-shampoo: dois tipos, duas funções…

E se essa história de pré-shampoo pode ser novidade para muita gente, senta que lá vem mais uma curiosidade: existem dois tipos do produto e eles possuem funções diferentes.

O primeiro deles é destinado à nutrição dos fios e deve ser aplicado em todo o comprimento e nas pontas do cabelo. Ele pode ser encontrado na forma de máscara, creme, pasta ou ampola.

Ele é indicado para cabelos muito danificados que passaram por colorações ou alisamentos, por exemplo. Esse tipo de pré-shampoo ajuda a proteger o fio da ação adstringente do shampoo, que atrapalha a hidratação natural do fio.

Já o segundo tem como função melhorar a saúde do couro cabeludo. Nesse caso, o produto é aplicado direto na raiz do cabelo para que ele gere o resultado esperado. Ele é indicado para quem tem os cabelos oleosos ou com resíduos de finalizadores, cloro ou água do mar e piscina.

É encontrado nas texturas em gel ou óleo e ajuda a retirar o excesso de gordura e sujeira dos fios, que acabam atrapalhando a absorção de nutrientes e a hidratação das madeixas.

Quem pode usar? Quantas vezes por semana?

O pré-shampoo pode ser utilizado por todos os tipos de cabelo, independente da cor ou da textura. A única coisa a ser levada em consideração é a quantidade do produto a ser utilizado. Se o cabelo for comprido, usa-se um pouco mais de produto. No caso dos curtos, a dosagem é menor.

Para quem tem cabelos oleosos, é importante lembrar que a quantidade de produto utilizado também deve ser menor. Além disso, a dica moderar na frequência de lavagens. Caso contrário, os frios podem ficar com aspecto ensebado e sem brilho.

Para os casos de cabelos oleosos e/ou com caspa, o recomendado é que se utilize um shampoo transparente ou anticaspa para lavar os fios após a utilização do pré-shampoo.

Em relação à frequência do uso do pré-shampoo, isso vai depender da quantidade de lavagens que a pessoa faz durante a semana.

A indicação é de que a pessoa não utilize o produto todos os dias, pois sua utilização excessiva pode sobrecarregar os fios e deixar o cabelo com aspecto pesado e sem brilho.

Se a pessoa lavar as madeixas apenas algumas vezes por semana, então pode utilizar o pré-shampoo antes de todas as lavagens. Entretanto, os profissionais orientam seus clientes a utilizarem o produto a cada 15 dias.

Como usar?

Para utilizar o pré-shampoo não existe nenhum mistério e o passo a passo do processo é bem simples. Basta aplicar um pouco do produto ao longo de todo o comprimento do cabelo e também nas pontas – ou na raiz, isso vai depender do tipo de pré-shampoo que você decida utilizar.

Os cabelos podem estar secos ou molhados durante a aplicação e, após esse passo, você deve massagear com os dedos, mecha a mecha, os fios durante 10 a 15 minutos. O tempo é suficiente para fazer com que os fios absorvam os nutrientes e estejam preparados para o processo de lavagem. A massagem mecha a mecha ajuda a potencializar o efeito do produto e, por isso, essa etapa não deve ser pulada.

Outra opção de uso – que pode potencializar ainda mais o resultado do pré-shampoo – é aplicar o produto nos fios antes de dormir. Após a massagem, você pode dormir com o pré-shampoo no cabelo e apenas lavar as madeixas no dia seguinte, ao acordar.

Esse artigo foi útil para você? Então, compartilhe-o nas suas redes sociais!

Add comment