madeixa.com.br
Óleo de Ojon

Óleo de Ojon para o cabelo: saiba os benefícios e como usar

Não é de hoje que as pessoas esperam ansiosamente por novidades no mundo dos cosméticos para poder testar nas madeixas e ver o que funciona e o que na verdade não passa de propaganda.

Atualmente, a tendência é utilizar ingredientes naturais, tanto in natura quanto potencializando produtos industrializados. Isso porque os ingredientes naturais tendem a agir melhor e mais profundamente na fibra do cabelo, como é o caso do óleo de ojon.



Erros cabelo

O óleo de ojon vem ganhando bastante visibilidade no mundo da beleza nos últimos tempos, pois seus efeitos são muito benéficos para os fios e ele é um ingrediente natural com muito potencial.

Portanto, neste artigo, falaremos mais sobre o óleo de ojon: o que ele é, quais são seus benefícios e como utilizá-lo nos cabelos da maneira correta. Continue lendo para aprender mais sobre esse produto que está dando o que falar!

O que é o óleo de ojon?

Óleo de Ojon

O ojon é uma palmeira originada na América Central e do Sul, abrangendo todos os países que estão entre Honduras e o Brasil (no Norte, mais especificamente na Amazônia). O óleo é obtido por meio das castanhas que estão inseridas nos frutos da planta.

Essas castanhas são riquíssimas em nutrientes e, por conta disso, o óleo é rico em ácidos graxos e possui todos os lipídios essenciais para a saúde do cabelo, o que faz com que o óleo de ojon seja ainda mais benéfico do que o óleo de argan para os fios.

Na verdade, o óleo de ojon é considerado um dos melhores óleos vegetais para o cabelo, se não o melhor. Isso porque ele tem o poder de reconstruir a fibra capilar por completo, e portanto, é excelente para processos pós corte químico.

Como usar o óleo de ojon

Antes de mais nada, devemos destacar que esse óleo pode ser utilizado em qualquer tipo de cabelo, mas ele é mais recomendado para os fios que estão extremamente danificados. Isso porque seu poder de hidratação é muito alto, o que pode acabar deixando fios saudáveis com um aspecto pesado, oleoso e sujo.

Porém, fios saudáveis também podem receber tratamento com óleo de ojon, basta que a frequência de utilização seja menor. Em fios danificados, ele pode ser utilizado até 3 vezes na semana. Já em fios saudáveis, o recomendado é que ele seja utilizado no máximo 1 vez na semana.

O óleo de ojon possui muitas utilidades que citaremos a seguir, mas agora iremos ensinar como utilizá-lo para fazer um tratamento profundo nos fios.

Materiais necessários:

  • Óleo de ojon in natura;
  • Shampoo;
  • Condicionador;
  • Touca de plástico.

Modo de aplicar:

Óleo de Ojon

A aplicação do óleo de ojon não passa de uma umectação. Por isso, os passos a serem seguidos são os mesmos de uma umectação com outros óleos vegetais. O óleo pode ficar sólido em temperatura ambiente. Por isso, derreta-o em banho-maria, se for necessário.

Divida o cabelo sujo e seco em mechas de tamanho pequeno a grande. Aplique o óleo por toda a extensão dos fios (com exceção da raiz). Enluve bem para que todas as propriedades sejam bem absorvidas e nenhum fio fique de fora.

Deixe o cabelo por um mínimo de 5 horas com a touca de plástico ou durma com a touca na cabeça. Após esse tempo, lave os fios normalmente com shampoo e finalize com um condicionador para fechar as fibras do cabelo.

Obs: é muito importante que o óleo seja aquecido de maneira indireta no banho-maria e nunca de maneira direta no microondas ou no fogão, por exemplo, pois as propriedades do produto podem ser perdidas com o calor em excesso.

Além do uso para umectação, o óleo pode ser utilizado como um protetor térmico e como um redutor de frizz. No primeiro caso, basta aplicar um pouco de produto antes de usar a chapinha, o secador de cabelo ou o babyliss. Já no segundo caso, basta aplicar uma quantidade suficiente para esconder o frizz que aparecer nos fios, sem exagerar para o cabelo não ficar oleoso.

Benefícios do óleo de ojon

Óleo de Ojon

Já falamos mil vezes ao longo desse artigo que o óleo de ojon é muito benéfico para os fios, mas não fomos específicos com relação a quais são esses benefícios. Por isso, vamos agora te mostrar algumas das vantagens de utilizar o óleo de ojon para fazer uma umectação capilar.

  • Controla o aparecimento de frizz;
  • Repara profundamente os fios muito danificados;
  • Reduz o volume do cabelo;
  • Reconstrói a fibra capilar;
  • Serve como protetor térmico;
  • É o óleo vegetal que apresenta a composição mais completa e nutritiva;
  • Pode ser utilizado até 3 vezes na semana sem deixar os fios pesados (quando o cabelo está muito danificado);
  • Aumenta a força dos fios, e consequentemente, reduz a queda;
  • Estimula o bulbo capilar a fazer o cabelo crescer;
  • É um óleo que completo que não precisa estar com outros para fazer efeito, já que ele possui todas as propriedades necessárias ao cabelo.

Todos esses benefícios do óleo de ojon fazem com que ele seja conhecido como “milagre caribenho” ou “novo argan”, nomes que demonstram a sua força e potencial.

A única desvantagem do óleo é: seu valor. Apesar de hoje em dia ele ser um ingrediente bem mais acessível do que era no início, o óleo de ojon ainda tende a custar bem mais caro do que outros óleos vegetais que são utilizados no cabelo. Isso porque ele ainda não é tão popular. Porém, a tendência é que ele custe menos conforme o tempo for passando.

Você já conhecia o óleo de ojon? Que tal procurar um produto que te agrade e possui o ojon na composição ou utilizá-lo in natura para testar todos seus benefícios? Com certeza, você não irá se arrepender, já que a funcionalidade dele é uma certeza.

Lembre-se apenas de não utilizá-lo mais de 3 vezes na semana. Pode parecer uma grande quantidade de uso para um óleo vegetal, mas, depois de experimentar o óleo de ojon, você viciará e vai querer passá-lo nos fios todos os dias!

Add comment