Madeixa
Óleo de melaleuca

Óleo de melaleuca pode fazer maravilhas para os seus cabelos!

O óleo de melaleuca possui propriedades antibactericida, antifúngica e antisséptica, além de ser um poderoso antibiótico natural.

Quer saber os benefícios de seu uso para os cabelos? Continue acompanhando o artigo! Você irá se surpreender!

Origem do óleo de melaleuca

O óleo de melaleuca é obtido a partir de folhas e galhos de uma espécie arbórea chamada Melaleuca alternifólia, pertencente à família Myrtaceae, originária da Austrália.

Conhecida popularmente como “árvore-do-chá” ou tea tree, floresce, principalmente, em áreas pantanosas próximas a rios.

O melaleuca é um óleo essencial volátil extraído por destilação, por arraste a vapor, assim como pela hidrodestilação das folhas da Melaleuca.

Propriedades medicinais

Seu uso, comprovado cientificamente, apresenta inúmeras propriedades terapêuticas em virtude de possuir como principal componente ativo o terpinen-4-ol, antimicrobiano e anti-inflamatório natural. Além disso, apresenta ação antibacteriana, bem como atividade antifúngica potente.

O óleo essencial de melaleuca é um produto natural que possui mais de 40 componentes orgânicos que proporcionam inúmeros benefícios à saúde, além de combater diversas patologias.

Entre suas principais propriedades, destacam-se:

  • Antissépticas, analgésicas, anti-inflamatórias, antiviral e antiespasmódica;
  • Bactericida e balsâmica;
  • Cicatrizante;
  • Diaforética;
  • Expectorante;
  • Febrífuga e fungicida;
  • Imunoestimulante e inseticida;
  • Parasiticida;
  • Vulnerária.

Óleo de melaleuca

Indicação do óleo de melaleuca

Vários estudos comprovaram a eficácia terapêutica do óleo extraído das folhas da Melaleuca como, por exemplo, para o tratamento:

  • De acne, urticária e inflamações da pele;
  • Da psoríase, erupções cutâneas, abcessos, furúnculos e bolhas;
  • De queimaduras e manchas;
  • De herpes;
  • De doenças respiratórias, dor de garganta e tosse;
  • Da candidíase;
  • Da conjuntivite;
  • De pé-de-atleta e micoses;
  • De picadas de insetos;
  • De verrugas;
  • De afecções do couro cabeludo, piolhos e lêndeas.

Além disso, pode ser utilizado na higiene bucal, bem como para a limpeza doméstica.

Uso na cosmética

Porém, para o uso em cosmético, ele pode ser incorporado em loções, cremes e sabonetes, bem como em xampus antissépticos.  Além disso, pode ser adicionado em produtos para a limpeza da pele oleosa, assim como em xampus e loções para cabelos oleosos e/ou caspa.

Da mesma forma, pode ser incorporado em demaquilantes, pós-depilatórios, além de desodorantes.

Uso em aromaterapia

Por outro lado, após o óleo essencial de lavanda, o de melaleuca é o segundo mais utilizado na aromaterapia.

Ela atua nos estados emocionais aliviando a ansiedade e o estresse. Ainda, é eficaz para o tratamento da depressão, de estados obsessivos, de medos e fobias, além de combater o desanimo.

Uma vez que possui propriedades calmantes, auxilia no combate da insônia, possibilitando um estado de relaxamento que induz a uma boa noite de sono.

Além disso, é bastante utilizado em massagens relaxantes e terapêuticas.

Como utilizar o óleo de melaleuca?

Como pudemos ver, o óleo de melaleuca é de grande importância medicinal podendo, assim, ser utilizado no dia-a-dia para combater diversas patologias, bem como auxiliar no tratamento de problemas de pele, unhas e cabelos.

Acompanhe, a seguir, algumas receitas de como utiliza-lo para o tratamento algumas patologias.

Acne

O óleo essencial é um poderoso aliado no combate à acne. Porém, jamais deve ser utilizado puro, diretamente sobre a pele. Anote a receita:

  • Primeiramente, coloque em um recipiente duas colheres de sopa de óleo vegetal (coco, uva, jojoba, babosa, por exemplo);
  • Logo após, adicione três gotas de óleo essencial de melaleuca e misture bem;
  • Logo depois, aplique sobre as regiões afetadas massageando suavemente;
  • Deixe agir por 20 min;
  • Em seguida, enxague com água abundante;
  • Repita o processo diariamente.

Dermatite

Uma vez que o óleo possui propriedades bactericidas, além de fungicidas, auxilia na recuperação da pele afetada por dermatite. Tome nota:

  • Em primeiro lugar, adicione três gotas do óleo em 200 ml de água morna;
  • Em segundo lugar, aplique nas regiões afetadas com o auxílio de um algodão;
  • Em terceiro lugar, deixe agir por 10 min;
  • Finalmente, enxague bem.

Cabelos

O óleo de melaleuca é um poderoso aliado para eliminar vários problemas do couro cabeludo. Além disso, auxilia na recuperação dos fios, bem como proporciona brilho e maior maciez. Acompanhe as receitas!

Óleo de melaleuca

Para eliminar piolhos

A pediculose é uma dermatose causa por piolhos. Embora atinja 30% das crianças em idade escolar, principalmente as meninas por possuírem cabelos mais longos, os adultos também estão vulneráveis a sofrerem com o problema.

Essa dermatose capilar é transmitida através do contato direto com pessoas infectadas, bem como com seus objetos pessoais como, por exemplo, escovas e pentes de cabelos, bonés e roupas.

O principal sintoma é a coceira intensa. Assim, dependendo da intensidade de infestação, pode gerar escoriações, bem como infecções sérias no couro cabeludo.

Para combater os piolhos de forma eficiente, adicione 5 gotas de óleo melaleuca a 1% em 10 gotas de óleo essencial de boldo ou de carqueja. Em seguida, aplique sobre o couro cabeludo, assim como por toda a extensão dos fios.

Logo após, deixe agir por 30 min. Finalmente, lave os cabelos com o xampu habitual.

De acordo com resultados obtidos através de pesquisas realizadas por um grupo de pesquisadores italianos, o óleo essencial de melaleuca a 1%, quando combinado com o ativo nerolidol, foi capaz de matar 100% dos piolhos em 30 min de contato.

Para combater a caspa

A dermatite seborreica, também conhecida por caspa ou seborreia é uma afecção crônica que se manifesta em várias regiões do corpo onde existe maior produção de óleo pelas glândulas sebáceas.

No entanto, atingi principalmente o couro cabeludo, barba e sobrancelhas. É caracterizada por lesões avermelhadas que coçam e descamam.

Acompanhe, a seguir, uma receita para tratar o couro cabeludo com caspa:

  • Em primeiro lugar, faça uma máscara utilizando 1 colher de sopa de argila com 2 colheres de sopa de água mineral e 5 gotas de óleo essencial de melaleuca;
  • Em segundo lugar, separe o cabelo em mechas, esfoliando todo o couro;
  • Em terceiro lugar, envolva a cabeça em papel alumínio e deixe agir por 20 min;
  • Finalmente, retire com água morna. Repita o procedimento 2 vezes por semana.

Todavia, esse procedimento tende a ressecar o couro cabeludo. Dessa forma, será necessário hidrata-lo logo após a esfoliação, da seguinte maneira:

  • Primeiramente, misture uma 1 colher de sopa de óleo de copaíba com 2 gotas de óleo de melaleuca;
  • Logo depois, aplique no couro cabeludo, bem como por toda a extensão dos fios, massageando suavemente;
  • Em seguida, deixe agir por 20 min;
  • Finalmente, lave os cabelos com o xampu habitual.

Contraindicações do óleo de melaleuca

Mesmo que existam poucos efeitos adversos do uso tópico do óleo de melaleuca – em baixas concentrações – ele não deve ser aplicado puro diretamente sobre a pele. A reação mais comum é a dermatite de contato.

Por fim, ele também não deve ser ingerido, tampouco utilizado por pessoas alérgicas à terebintina.

Deixe seu comentário!