Madeixa
Cabelo vinho quente

Cabelo vinho quente: a nova trend do outono/inverno 2019

Nem vermelho, nem marsala e nem acaju: conheça a nova cor de cabelos vinho quente, a tendência de coloração para outono-inverno que veio para fazer sucesso! Saiba tudo sobre cabelos cor vinho quente, manutenção e dicas para ter um!

Cor de cabelo vinho quente: um mix de três tons diferentes

Quando mudam as estações para as épocas mais frias do ano é comum que muitas pessoas busquem repaginar o visual. Existem algumas cores de cabelos que são tendência quando falamos de outono/inverno, uma nova trend para os cabelos nas estações mais frias é a cor vinho quente.

O cabelo vinho quente trata-se de uma nuance que mistura os tons vermelho, borgonha e marsala. Não deixa de ser uma coloração quente, já que deriva do vermelho mais puxado levemente para os tons mais frios, arroxeados e azulados, que caem perfeitamente bem nas estações frias do ano.

Veja também: Cabelos ruivos: como atingir o tom desejado e dicas de cuidados

Posso fazer a coloração em casa?

Por ser uma coloração de cabelos que conta com a mistura de diferentes cores, o cabelo vinho quente só pode ser alcançado através do trabalho de um profissional colorista. Afinal, desenvolver uma cor que misture tons de vermelho, marsala, roxo e azul e, ainda, combinar com o fundo de cor de cabelos de cada cliente, não é um tarefa fácil!

A cor é inspirada no ‘quentão’ das festas de São João!

Cabelo vinho quente

O nome desta coloração de cabelos se deve à bebida típica das estações mais frias do Brasil: o famoso quentão! A colorista e hairstylist Rachel Wodt diz que ama a nuance de cabelos vinho quente. Isso porque a cor é única por conter pigmentos azulados e avermelhados. A profissional ainda ressalta: “Tem uma aparência super dimensional, jovem e é um jeito mais moderno de extrair um vermelho mais profundo”.

Apesar de se tratar de uma coloração mais caliente e cheia de sensualidade, os cabelos vinho quente também combinam com as peles mais frias e claras.

Em quais tons do cabelo vinho quente apostar?

A versão chamada de mulle wine hair da nuance puxa mais para o vermelho aberto e realça as peles mais claras em tons frios. Já as versões de colorações mais fechadas, como o malbec wine hair, combinam perfeitamente com peles negras e morenas, agregando muita personalidade e ousadia ao visual.

Um detalhe muito interessante dos cabelos cor vinho quente é que os hairstylists estão apelidando as nuances com nomes de vinhos famosos, como carbenet wine hair e malbec wine hair. Existem algumas variações de cabelos vinho quente, dos mais fechados aos mais abertos.

Cabelo vinho quente: balayage e babylights

Por ser uma nuance que mistura tons de azul, roxo e vermelho, o cabelo vinho quente fica ótimo quando aliado com técnicas como a balayage e as babyligths. Portanto, confira a seguir algumas dicas para apostar nas duas técnicas na hora de aderir ao seu novo visual com cabelo vinho quente:

Com balayage

No caso da balayage, com três tons diferentes que podem ser trabalhados intercalando os fios com nuances diferentes, este trabalho requer uma técnica complexa que deve ser feito por um profissional. Os cabelos cor vinho quente com balayage ganham ainda mais efeito dimensional e profundidade.

Com babyligths

Já quando falamos em babyligths, os cabelos cor vinho quente podem ganhar um aspecto ainda mais degradê e cheios de suavidade quando aliados com luzes extremamente finas, que começam próximas à raiz e clareiam até as pontas dos cabelos. Assim como procedimento de balayage, as babyligths também devem ser feitas por um bom colorista.

Cabelo vinho quente em cacheados e crespos

Cabelo vinho quente

Os cabelos cacheados cor vinho quente ganham ainda mais exuberância e poder com essa nuance cheia de mistério e profundidade. As nuances cor vinho quente possuem muito brilho e diferentes reflexos, que se refletem nas ondas dos fios e valorizam ainda mais o volume e forma dos cachos.

Cabelos crespos e crespíssimos também têm um charme e uma personalidade única com as cores de cabelo vinho quente.

Cabelos pretos podem aderir à cor vinho quente?

A cor vinho quente requer um processo um tanto quanto difícil para ser alcançada com um bom resultado. Por isso, nós recomendamos que você procure um bom profissional e faça o procedimento em um salão de beleza com quem entende do assunto.

Mas o que podemos afirmar é que os cabelos pretos irão necessitar de uma decapagem, ou seja, uma descoloração. Ou, pelo menos, de uma limpeza de cor nos fios. Infelizmente, a tintura preta dificilmente desbota e necessita, na maioria dos casos, de uma decapagem para que qualquer outra coloração possa ser trabalhada nos cabelos.

Veja também: Saiba como descolorir o cabelo em casa com passo a passo completo

O que indicamos é caprichar no tratamento das madeixas após o procedimento de descoloração e coloração, a fim de garantir a restauração da saúde dos cabelos. Evite a exposição excessiva ao sol, à água do mar e ao calor excessivo de chapinhas e secadores também.

Manutenção da cor e cuidados

Por ser uma nuance um tanto quanto peculiar e que mistura diferentes tons em uma só cor, os cabelos cor vinho quente tendem a desbotar com muita facilidade.

Geralmente, o uso de tonalizantes de coloração vermelha, borgonha ou marsala podem repor a vitalidade da coloração dos cabelos e manter a beleza da nuance por mais tempo. A questão é que os cabelos vinho quente não são vermelhos, nem roxos e, tampouco, marsala. Portanto, nenhum tonalizante alcança a coloração dessa nuance que é a nova cara do outono/inverno.

O ideal é caprichar e investir em bons produtos especializados para cabelos quimicamente coloridos, evitar a exposição excessiva ao sol, tomar cuidado com aparelhos que utilizam uso de calor, além de utilizar protetor térmico e leave-in com proteção contra raios UV. Dessa forma, você irá manter a sua cor mais viva por mais tempo e o retoque da coloração poderá ser feito de três em três meses.

Deixe seu comentário!